Câmara Municipal de Itaporã Câmara Municipal de Itaporã
19/12/2016 - 11h03

Parceria entre Câmara e Prefeitura, garante computadores para PM

Foto: assessoria/câmara A compra de 1 notebook da marca Acer, modelo E5-574- 307M, e 1 computador de mesa PC CORE I5,

  Nesta sexta-feira 09/12, o Presidente da Câmara, Vanilton de Melo Galdino, acompanhado do Vereador Adriano Maetins, estiveram junto ao prefeito Wallas Milfont, entregando 2 computadores à Policia Militar de Itaporã, que serão utilizados pela PM na confecção de Boletins de Ocorrências e tarefas administrativas e rotinas  burocráticas do dia a dia.
 

  A entrega foi recebida pelo comandante da instituição em Itaporã, Tenente Ronilton Diniz, que ainda fez questão de comparecer a 44ª Sessão da câmara, que ocorreu nesta terça-feira (13/12) para agradecer publicamente a doação dos computadores e adiantou que os computadores serão utilizados nos expedientes da Policia Militar.
 

  “Estávamos preocupados porque não havia computadores suficientes e modernos para trabalharmos, ai pedimos o apoio do Presidente da Câmara, que muito conhece nossas dificuldades e o trabalho prestado pela corporação, o Galdino é um Policial, sabe do nosso dia a dia. Agradecemos muito a sensibilidade da Câmara e  a presteza da prefeitura, em nome do Prefeito Wallas”, disse o Tenente Diniz.
 

  A compra de 1 notebook da marca Acer, modelo E5-574- 307M, e 1 computador de mesa PC CORE I5, só foram possíveis graças a devolução de parte dos recursos do duodécimo da Câmara para a Prefeitura, e a parceria do Prefeito Municipal, que aportou contrapartida e realizou o processo de compra.
 

  O presidente da Câmara, Galdino (PSD), explicou que através de conversa entre os vereadores e o prefeito Wallas ficou acertado que essa devolução iria para a PM, destinada a compra dos computadores. “A verba não é carimbada. A Câmara tem que devolver para a Prefeitura gastar onde quiser, mas através de um acordo conseguimos destiná-la para a PM”, esclarece.
 

  O presidente explica que a sobra é resultado da economia que os vereadores fazem ao longo do ano, principalmente com a redução de gastos com energia elétrica, diárias e telefone.
 

  O duodécimo é a décima segunda parte da arrecadação do município no ano anterior e representa 7% da receita líquida, que é repassada em 12 parcelas. O montante tem de ser gasto no processo legislativo. O que economizar a Câmara devolve ao município.

Assessoria/Câmara

Comentários